Smarthphones ficarão até 30% mais baratos no Brasil

smarthphonebrasil

Essa semana foi assinado um decreto importante para o mercado de dispositivos móveis brasileiro, o de número 7.981. Ele estabelece que os smartphones com preços de varejo de até R$ 1,5 mil, e que sejam produzidos no país, vão ter seu imposto de PIS e Cofins reduzido a zero. Essa redução das taxas, segundo o governo, pode baixar os preços finais de smartphones em até 30%.

Mas para que a queda realmente aconteça, as fabricantes precisam seguir outras diretrizes além de produzi-los no Brasil. As diretrizes foram estabelecidas pelo Ministério das Comunicações e publicada hoje no Diário Oficial da União. São oito especificações ao todo, listadas na portaria número 87.

3908.7274-Smartphone-brasil

Basicamente, o que elas dizem é que os aparelhos precisam ter pelo menos conexão 3G e WiFi, navegador web, leitor de e-mail e vir com uma tela sensível ao toque (ou teclado com padrão QWERTY). Além disso, as plataformas que eles usam precisam ter kits de desenvolvimento de aplicativos e APIs disponíveis, para que os smartphones sejam desonerados dos impostos. O oitavo item cita que é necessário que eles venham embarcados com um pacote de apps desenvolvidos localmente.

Apesar de um pouco restritivas, principalmente no oitavo item, já existem smartphones que atendem todas essas demandas – principalmente aqueles que rodam Android. A portaria também diz que essas especificações serão atualizadas anualmente, devido à constante evolução tecnológica.

Publicidade

Todas essas medidas vão significar um corte de R$ 500 milhões em impostos, mas também devem ser traduzidas em aparelhos bem mais baratos ainda esse ano. Com um pouco de sorte, eles vão chegar às prateleiras em tempo para o Natal.

Publicidade

Este artigo foi escrito originalmente por Rafael Silva. via OiFM

4 respostas

  1. filipe
  2. Pablo
  3. THIAGO HENRIQUE LOBATO DE ARAUJO
  4. Roger
ZUTI