Figure 1 é um “Instagram” para médicos

Figure 1, o serviço de compartilhamento de fotos e informações para os profissionais médicos, está tomando o próximo passo na sua evolução, em se tornar uma rede social baseada em imagens para os médicos.

Dr-Figure 1

Segundo o Tech Crunch, ontem a empresa silenciosamente lançou uma nova versão de seu serviço de fotos e informações, que dá aos usuários a capacidade de criar perfis mais robustos de si mesmos e criar grupos em torno de instituições ou interesses de compartilhamento.

As atualizações para o aplicativo refletem um aumento enorme na adoção dos usuários desde que a empresa foi lançada um pouco mais de um ano atrás. Atualmente há cerca de 3,5 imagens médicas vistas por segundo no site, diz Levey. E no início desta semana a empresa atingiu cerca de 50 milhões imagens visualizadas.

Figure 1, criado em Toronto, Canadá é semelhante ao Instagram, mas especificamente para os médicos. Os fundadores da empresa tomam um grande esforço para garantir que nenhuma informação de identificação sobre pacientes apareçam no app. Ao invés disso, a ideia é compartilhar pelos médicos casos interessantes entre s

Figure 1 nasceu das preocupações do co-fundador da empresa Dr. Joshua Landy, que observava como médicos e estudantes de medicina estavam usando smartphones em hospitais e universidades de pesquisa. O que o grupo encontrou foi que os médicos e estudantes estavam usando mídias sociais para compartilhar informações sobre pacientes e o faziam de uma forma que não protegia a privacidade do paciente ou armazenando os registros de forma significativa e segura.

Publicidade

Figure 1

“Dezenas de milhares de vezes imagens e registros de pacientes são transferidos de médico para médico,” diz o Dr. Landy. “Nós estávamos pensando em uma maneira de tentar preservar e proteger essas informações em um arquivo que fosse pesquisável e útil”.

Os co-fundadores do Figure 1: Landy, Gregory Levey e Richard Penner, lançaram o app em maio de 2013 e está agora disponível em plataformas Android e iOS.

Para os médicos, é uma forma de compartilhar conhecimento virtualmente com outros médicos ao redor do globo. Uma simples foto e um comentário sobre um único caso podem levar a colaboração e a criação de novos corpos de conhecimento com médicos de todo o mundo, diz Dr. Landy.

“Temos duas coisas valiosas,” diz Levey. “Estamos nos concentrando sobre o produto e o crescimento e mudando um pouco de informação educacional para formas mais práticas, que pode ser usadas por grupos de cuidados e outras organizações profissionais.

Publicidade

O app já atraiu usuários de mais de 10% de todos os estudantes de medicina nos Estados Unidos “se você olhar para o app, é excelente do ponto de vista da educação. Agora nós estamos divulgando para grupos de atendimento, diferentes práticas médicas e hospitais para que possam adotá-lo e isso é onde vai ter utilidade real.”

ZUTI